Polícia prende autores de estupro coletivo em Palmas
POLICIAL
08 de Janeiro de 2016

Três masculinos estão detidos a disposição da justiça, acusado de terem praticados quatro roubos e um estupro coletivo no final do mês de agosto em Palmas, sul do Paraná. A divulgação foi feira a impressa na manhã dessa quinta-feira na sede da 5ª SDP em Pato Branco, pelo delegado chefe da subdivisão, Getúlio de Morais Lima.
Durante a entrevista o delegado relatou que o trabalho de investigação contou com o apoio da DENARC, envolvendo aproximadamente 20 policiais durante quatro meses e apontou como mentores dos crimes Claudir de Jesus da Silva Bueno, Bruno Proenço Alves e Valdenir Eduardo da Silva Bueno que foram detidos em 18 de novembro no município de Tijucas do Sul no Paraná.
Segundo o delegado continuam foragidos Alessandro dos Santos Ribeiro, Rudinei de Camargo dos Santos e Washington Machado, todos com mandado de prisão.
Os seis são acusados de terem roubado na noite de 30 de agosto, um Fiat Palio, dois Volkswagen Gol e um Ford Fiesta. Esse último estava estacionado na Rua Carlos Seixas Saldanha, nas proximidades da rodoviária, no bairro Divino com um casal de namorado. Após o roubo a mulher de 33 anos foi sequestrada e estuprada.
Segundo relatos da Polícia no dia dos fatos, os elementos chegaram ao local onde o Ford Fiesta estava estacionado, por volta das 04h00, quebraram o vidro da porta do motorista e deram voz de assalto ao casal, levaram os dois até o trevo da Codapar na PRc 280, liberaram o rapaz sem calçados, roubaram o carro e sequestraram a mulher.
Na sequência os homens levaram a mulher a uma estrada vicinal a alguns quilômetros da cidade sentido ao município de Coronel Domingos Soares, onde já tinha outros esperando e lá abusaram dela por quase duas horas. ?ela foi submetida a todo o tipo de sexo, espancada e ameaçada de morte? contou o delegado na ocasião.
Após as agressões físicas e psicológicas a vítima foi abandonada ás margens da PR 449, desorientada andou por alguns quilômetros até ser socorrida, com medo não procurou a Polícia, o fato foi descoberto na segunda-feira, 01, pelo investigador de plantão que levantava informações a respeito do roubo.
A mulher foi encaminha ao médico para exames, ouvida na DP e posteriormente liberada. A partir do depoimento da moça a Polícia iniciou as investigações.

(Fonte: Alencar Pereira)

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web