Foi confirmada a identidade das três crianças que morreram na chacina em Saudades, Santa Catarina na manhã desta terça feira.

Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses, e Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses foram as vítimas fatais.

Além das crianças foram mortas também a professora Keli Adriane Aniecevski, 30 anos e a agente educacional Mirla Renner, 20 anos.

De acordo com informações do delegado Jerônimo Marçal, Keli foi a primeira a ser atacada pelo jovem de 18 anos ainda na porta da escola.

Em seguida ele foi até uma sala de aula, onde estavam quatro crianças que foram atacadas, a professora mesmo ferida, tentou seguir ele, mas não conseguiu detê-lo. No ataque dentro da sala de aula, três bebês morreram e um foi encaminhado para atendimento médico em estado estável.

Após atacar as crianças, ele matou a agente de saúde que fazia um trabalho na escola.

Informações colhidas no local, apontam que a tragédia só não foi maior devido a rápida ação de outras professoras, que trancaram as portas das salas de aula onde estavam as demais crianças, impedindo a ação do criminoso. Parte das crianças foram escondidas no fraldário da escola.

Ainda de acordo com o delegado, o autor do ataque não tem antecedentes criminais. Ele teria tentado tirar a própria vida com golpes de faca no tórax e no pescoço. Ele foi encaminhado para o hospital de Pinhalzinho, cidade que fica a 11 km de Saudades.

(Fonte: Studio FM)