Polícia prende pessoas em rinha de galo em São Jorge do Oeste
POLICIAL
14 de Novembro de 2015

Durante a madrugada deste sábado, enquanto equipes da polícia militar da 3ª Cia desencadeavam uma operação no município de São Jorge do Oeste, um cidadão, de forma anônima, através do celular da viatura local repassou informações de que em uma propriedade rural na Linha Nova Santana estaria acontecendo uma rinha de galos.
As equipes da ROTAM, da Radiopatrulha de São Jorge do Oeste e do Núcleo de inteligência que estavam finalizando a operação no município deslocaram para o local informado.
Ao perceber a presença das viaturas policiais um membro do grupo que atuava promovendo a rinha utilizou de foguetes para avisar os envolvidos na prática delituosa. Entretanto, com uma ação rápida e precisa as equipes policiais militares lograram êxito em encontrar o local e realizar a abordagem de um grande número de pessoas que estavam tentando deixar a propriedade. Os proprietários do local, quando ouviram o sinal do foguete e a aproximação das viaturas tentaram usar de artimanhas para auxiliar os envolvidos a escapar desligando as luzes da propriedade, momento em que algumas pessoas aproveitaram para correr para as áreas de mato fechado na tentativa de empreender fuga. 
Mais uma vez os policiais militares agiram com rapidez e eficiência, realizando buscas no local e localizando onze pessoas que haviam se evadido e estavam escondidas nas áreas de mata. Todos os abordados foram identificados e relacionados no boletim de ocorrência, sendo confeccionado o termo circunstanciado para que respondam junto a justiça pelo crime de maus tratos a animais.
Em busca pessoal aos envolvidos muitos portavam uma grande quantidade de dinheiro e disseram que era referente a apostas. No local havia um quadro com nomes e valores das apostas realizadas, bem como diversos outros materiais usados na prática deste tipo de infração.
Foram localizados no total 55 aves em péssimas condições, muitas sem água e comida, guardadas em um local totalmente inadequado, algumas dentro dos porta malas de veículos, sendo que todas as aves verificadas no local estavam com diversas lesões e ferimentos graves. 
A polícia militar alerta que a briga de galos não é uma pratica esportiva como muitos dos envolvidos afirmam, mas é considerada crime de maus tratos aos animais, com pena de até um ano de detenção e multa, sendo agravada a pena em caso de morte do animal.

A polícia militar ainda agradece aos cidadãos de bem que denunciam as práticas delituosas, repassam informações e locais de tais práticas, fazendo ser possível a abordagem e o devido encaminhamento dos envolvidos, lembrando que caso a pessoa não sinta segurança em se identificar, pode fazer a denúncia de forma anônima pelo telefone 190 ou 181.

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web