Delegado de Chopinzinho diz que vítima de estupro foi ameaçado pelos autores
POLICIAL
25 de Novembro de 2015

Na manhã desta quarta feira, dia 25, o delegado de polícia de Chopinzinho, Dr Leonardo Guimarães, concedeu entrevista para falar sobre a prisão dos autores do estupro de um homem no município. Patrick Fenili, 24 anos, e Rudimar Sangaletti, 21 anos, foram presos na tarde de ontem, os quais se apresentaram com advogado na delegacia de Chopinzinho, onde de acordo com o delegado, já havia mandado de prisão contra os dois expedidos pelo Fórum da Comarca de Chopinzinho pouco antes deles se apresentarem.

Segundo Dr Leonardo, o crime aconteceu ainda no dia 11 de outubro, onde os três envolvidos estavam bebendo em um local em Chopinzinho, e posteriormente foram até uma festa no interior de Coronel Vivida. Durante o retorno, Sangaletti parou o carro em um determinado trecho da estrada, onde com uma arma em punho começou a fazer ameaças contra a vítima conhecido pele apelido de “Tibúrcio”, o qual tem 31 anos, alegando que ele teria mandado mensagens no celular de sua namorada.

Depois das ameaças, a vítima foi forçada a faze sexo oral e anal com Patrick Fenili, sendo tudo filmado pelo Rudimar. Na semana passada os vídeos vazaram nas redes sociais e no início desta semana chegou ao conhecimento da Polícia que de imediato começou a investigar o caso. Dr Leonardo disse que o primeiro passo foi identificar os envolvidos, onde na segunda feira, a vítima foi até a delegacia e confirmou que foi agredido e ameaçado pelos acusados para fazer o que eles mandavam, onde segundo Tibúrcio, Sangaletti estava armado com um revólver.

Em depoimento na delegacia, Rudimar disse que não sabe como os vídeos vazaram, tendo em vista que estavam em seu celular e ele enviou para sua namorada apenas o vídeo em que aparece Tibúrcio se desculpando pelas mensagens. Ele acredita que algum amigo seu que teve acesso ao seu celular tenha pegado os vídeos sem que ele percebesse e posteriormente começaram a passar para outras pessoas.

Em seu depoimento, Patrick Fenili disse que foi ameaçado pelo Rudimar e obrigado a fazer sexo oral e anal com a vítima, tendo em vista que o mesmo estava armado com um revólver. Por outro lado, Rudimar disse que não tinha nenhuma arma, e apenas forçou a vítima a gravar o vídeo pedindo desculpas para sua namorada. Ele disse que o sexo entre os dois teria sido de livre e espontânea vontade de ambos.

Dr Leonardo Guimarães disse que os dois acusados irão responder pelos crimes de estupro, pois tanto nas declarações da vítima quanto os vídeos demonstram que os dois acusados constrangeram ele a manter relações sexuais; vão também responder pelo crime de sequestro, pois mantiveram a vítima durante um bom tempo privado de sua liberdade; por ameaça tendo em vista que nos vídeos é possível ver a vítima sendo ameaçada pelos detidos, em especial o Rudimar que ainda depois do fato ele ameaçou a vítima que se ele procurasse a polícia iria matar ele e sua família; e ainda pelo crime de injuria, tendo em vista que no vídeo durante todo o tempo ambos ficavam xingando e falando palavras como forma de menosprezo para a vítima.

Os dois detidos foram encaminhados para a 5ª SDP de Pato Branco, onde permanecerão detidos. Rudimar Sangaletti já tem passagens pela polícia, onde responde pelo crime de violência doméstica no município de Candói. Patrick Fenili não tem passagens pela polícia. 

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web