WHATSAPP 46 8413-4946
Fla bate Inter e mantém liderança e os Demais resultados de Domingo pelo Brasileirão
07 de Maio de 2018

Retranca não funciona, e Santos é goleado pelo Grêmio

O Grêmio goleou o Santos por 5 a 1 na noite deste domingo, em sua arena, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor superou a retranca do Peixe com tranquilidade e marcou com Maicon (2), Everton, André e Arthur. O de honra foi de Jean Mota.

Os gaúchos dominaram o jogo desde o início e viram um alvinegro de certa forma covarde, tentando se defender e se desfazendo da bola com rapidez. No primeiro tempo, o Santos perdeu “apenas” por 2 a 1. Na segunda etapa, com a mesma postura, os visitantes sucumbiram à pressão.

O Grêmio, insaciável, tentou aumentar a goleada a todo tempo. O Santos, nocauteado, tentou não ser humilhado. A derrota teve gritos de olé desde cedo e até uma discussão calorosa entre os companheiros Vanderlei e Alison.

Em fases distintas, as equipes voltarão a jogar pela Copa do Brasil, nas oitavas de final. O Tricolor enfrentará o Goiás. O Peixe receberá o Luverdense.

Sport derrota o Bahia e chega à segunda vitória com Claudinei

O Sport conseguiu sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro com o comando de Claudinei Oliveira. Jogando em seus domínios, na Ilha do Retiro, pela quarta rodada da competição, a equipe foi melhor que o Bahia na primeira etapa e acabou abrindo o placar através de uma grande ajuda do goleiro Douglas, que marcou contra.

O Leão da Ilha ampliou logo no início do segundo tempo com Cláudio Winck. Os visitantes, atrapalhados pela expulsão do estreante Ítalo, sequer demonstraram reação e a partida acabou com vitória dos anfitriões por 2 a 0.

Com o resultado, o Rubro-Negro chega aos sete pontos e assume a oitava colocação. O Tricolor, por sua vez, estaciona nos quatro e segue provisoriamente na 15ª colocação, já que a Chapecoense, que pode ultrapassá-lo, joga nesta segunda-feira diante do Paraná.

Na rodada seguinte, o Sport enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão, às 11h (de Brasília) do próximo domingo. Já o Bahia recebe o São Paulo, na Arena Fonte Nova, no mesmo dia, porém, um pouco mais tarde, às 16h.

Na volta de Guerrero, Fla bate Inter e mantém liderança

Com gols marcados por Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro, ambos no segundo tempo, o Flamengo derrotou o Internacional por 2 a 0, em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã. O resultado manteve a equipe rubro-negra na liderança do Campeonato Brasileiro, agora com dez pontos ganhos. O Inter segue com quatro pontos, na 12ª posição. O jogo marcou o retorno do atacante Paolo Guerrero, que voltou a disputar uma partida depois de cumprir uma suspensão de seis meses por ter sido flagrado pelo exame antidoping, quando defendia a seleção peruana.

Diante de um público superior a 60 mil pessoas, o Flamengo dominou completamente durante os 90 minutos e poderia ter alcançado um resultado bem mais expressivo. O time da Gávea se aproveitou da falta de ousadia do Internacional para impor seu ritmo de jogo. A equipe gaúcha entrou em campo com o objetivo de apenas se defender e pouco apareceu na área adversário. Ainda perdeu Pottker expulso, o que tirou qualquer chance de reação por parte da equipe do Rio Grande do Sul.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá, enquanto o Internacional duelará contra o Grêmio, na Arena Grêmio.

Com gol de Dedé, Cruzeiro bate o Botafogo e vence a primeira no Brasileirão

O Cruzeiro apresentou um grande crescimento na Copa Libertadores, com 11 gols em dois jogos. O técnico Mano Menezes então ressaltou que era o momento de iniciar a recuperação no Campeonato Brasileiro e vencer a primeira. E foi o aconteceu: com gol de Dedé, a Raposa bateu o Botafogo, por 1 a 0, na tarde deste domingo, no Mineirão.

O resultado deixa o Cruzeiro na 14ª colocação do Campeonato Brasileiro, com quatro pontos anotados. Já o Botafogo está na nona posição, com cinco tentos.

 

O duelo foi bastante estudado. O primeiro tempo o Cruzeiro criou poucas chances claras e encontrou algumas dificuldades. Na etapa complementar, a equipe de Mano Menezes conseguiu se soltar e, na bola parada, Dedé desencantou, marcando o primeiro gol do time celeste no Brasileirão 2018.

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, às 11h (de Brasília), contra o Sport, também no Mineirão. O Botafogo terá um clássico regional, contra o Fluminense, no Engenhão, na segunda-feira (14), às 20h.

Fluminense arranca uma virada em cima do Vitória no Barradão

Na base da luta e perseverança, o Fluminense arrancou uma virada por 2 a 1 em cima do Vitória em pleno estádio do Barradão na tarde desse domingo. Nenhuma das duas equipes teriam muitos motivos para comemorar depois do que fizeram em campo em Salvador. Mas, o jogo muito fraco tecnicamente, com um exagero de erros das duas partes e poucos lances de gol, acabou ao menos dando um resultado importante para os cariocas.

Para os rubro-negros, o revés caiu como um balde de água fria, pois mantém o jejum de triunfos da equipe no Campeonato Brasileiro depois de quatro rodadas. Os comandados de Wagner Mancini são os penúltimos colocados na tabela de classificação, com apenas um ponto somado. Por outro lado, o tricolor salta para a sexta posição, com sete pontos.

Palmeiras vence o Atlético-PR fora com direito a “olé” da torcida

O Palmeiras deu ‘olé’ no time que mais troca passes no Brasil. Neste domingo, o Verdão teve ótima atuação, colocou na roda o Atlético-PR na Arena da Baixada e venceu por 3 a 1. Bruno Henrique, Marcos Rocha e Willian fizeram os tentos antes de Pablo descontar.

No primeiro tempo, em certas características, o duelo de estilos entre Roger Machado e Fernando Diniz foi invertido. Individualmente, com exceção de Jailson e Bruno Henrique, o Verdão não teve uma boa atuação, mas coletivamente a equipe foi bem, como ocorre com o Furacão normalmente.

Fora esta inversão de panoramas, os dois times mantiveram suas características, mas a etapa inicial não teve o futebol vistoso que era esperado, muito por conta dos erros de passes dos dois times. No Palestra, a saída de Moisés, com apenas sete minutos, prejudicou a equipe, que viu Lucas Lima entrar na função, mas jogar pelo lado direito em quase todos os momentos.

A partir dos 20 minutos da primeira metade do jogo, o Atlético-PR passou a controlar bem a partida. Trocando muitos passes no ataque, forçava o Palmeiras a se defender com seus 11 jogadores e, quando os visitantes recuperavam a bola, não tinham forças para chegar ao campo ofensivo com qualidade.

Na reta final antes do intervalo, porém, Roger pediu mais movimentação de seus atacantes, que passaram a trocar de posição. A estratégia fez com que, novamente, o Palmeiras adquirisse uma característica do adversário e, após uma sequência de toques no campo ofensivo, o Alviverde abriu o marcador com Bruno Henrique.

Na etapa final, o Palmeiras pôde vivenciar o melhor cenário para enfrentar o Atlético-PR. Roger Machado demonstrou que estudou muito a equipe de Fernando Diniz, manteve sua equipe no ataque, mas passou a marcar apenas a partir do meio-campo quando não tinha a bola.

Assim, o Verdão levava perigo nos contra-ataques, especialmente com Keno e Dudu. Willian, brigando muito no ataque, também colaborou para a estratégia palestrina, e os visitantes ampliaram a vantagem aos 14 minutos. Em cobrança de escanteio ensaiada, Marcos Rocha tocou para Dudu, que bateu firme. O goleiro Santos espalmou nos pés do lateral alviverde, que mandou de primeira para as redes.

Com a vantagem no marcador, o Palmeiras soube controlar o duelo e não passou sustos com exceção de uma defesaça de Jailson em cabeceio de Pablo. Após a entrada de Hyoran, em novo contra-ataque, matou o jogo em passe do meio-campista para Willian, que teve frieza para marcar.

Por fim, o Atlético-PR ainda descontou com Pablo, mas nada mais pôde fazer. Assim, o melhor visitante do Brasil na temporada, agora com 11 vitórias, um empate e apenas uma derrota, derrubou uma invencibilidade de 17 partidas do Atlético-PR na Arena da Baixada, e causou o primeiro revés de Fernando Diniz no Furacão.

Corinthians só empata com o Ceará e aumenta jejum de vitórias

Preservando muitos titulares, o Corinthians não passou de um empate por 1 a 1 com o Ceará na manhã deste domingo, em Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado consumado com gols de Wescley e Henrique aumentou o jejum de vitórias da equipe dirigida por Fábio Carille para quatro partidas.

Após golear o Paraná por 4 a 0, o Corinthians amargou um 0 a 0 com o Vitória, pela Copa do Brasil, e derrotas por 1 a 0 para o Atlético-MG, pelo Brasileiro, e por 2 a 1 para o Independiente, pela Copa Libertadores da América, além da igualdade deste fim de semana.

Assim, o Corinthians perdeu o embalo que tinha conquistado a partir do título paulista e subiu a 7 pontos ganhos na competição nacional de pontos corridos. O Ceará, que ainda não venceu no seu retorno à Série A, totaliza 2.

No domingo que vem, o Corinthians voltará a Itaquera para reencontrar o grande rival Palmeiras, sua vítima na decisão estadual, enquanto o Ceará enfrentará o América-MG no dia seguinte, no Castelão. Antes, na quinta-feira, o time paulista tentará avançar na Copa do Brasil diante do Vitória, novamente em casa.



Últimas Notícias
Siga nas redes sociais
(46) 3242-1495           radio@radiochopinzinho.com.br
Rua Frei Everaldo, 3835 - Centro - 85560-000 - Chopinzinho - Paraná