WHATSAPP 46 8413-4946
Duas prisões temporárias são confirmadas na operação Hígia
18 de Setembro de 2017

A Polícia Civil está deflagrando nesta segunda feira, 18, a chamada “Operação Hígia”, que apura crimes de associação criminosa, fraude a licitações, peculato, concussão, corrupção ativa e passiva, falsidade documental e lavagem de dinheiro, envolvendo servidores públicos e empresários dos municípios de Pato Branco, Clevelândia e Saudade do Iguaçu, e um vereador de Pato Branco.

Ao todo a operação conta com a participação de 180 policiais e 50 viaturas da Polícia Civil. Foram cumpridos 67 mandados judiciais, sendo 09 de prisão temporária, 04 de afastamento temporário das funções públicas e 54 de busca e apreensão domiciliar e/ou empresarial nos municípios citados.

Em Pato Branco, informações divulgadas pelo jornal “Diário do Sudoeste” dão conta que os advogados de dois presos na operação, confirmam que seus clientes tiveram a prisão temporária decretada. As confirmações são quanto às prisões do secretário de administração e finanças de Pato Branco e ex-prefeito de Chopinzinho, Vanderlei José Crestani e do vereador Marcos Pozza.

Informações extraoficiais indicam também que a ex-secretária de saúde de Pato Branco, Antonieta Chiochetta também teve a prisão temporária decretada.  A servidora afastada Nadyeli de Oliveira da Silva, também teve prisão temporária decretada, assim como Valmir Chiochetta, todos de Pato Branco.

Os alvos e o resultado da operação em Saudade do Iguaçu e Clevelândia não foram divulgados pela Polícia.

O nome da operação reporta-se à mitologia grega. Hígia é a deusa da saúde, limpeza e sanidade, relacionando-se à Secretaria de saúde do município de Pato Branco, onde a investigação teve início.

 (Fonte: Diário do Sudoeste)



Últimas Notícias
Siga nas redes sociais
(46) 3242-1495           radio@radiochopinzinho.com.br
Rua Frei Everaldo, 3835 - Centro - 85560-000 - Chopinzinho - Paraná