O queixo é uma região do corpo que, pode algum fator congênito ou não, pode estar mal posicionado ou desalinhado.

 

Como resultado, a cirurgia plástica de correção de queixo, ou mentoplastia, é uma realidade capaz de elevar a autoestima e alavancar a qualidade de vida.

 

Nesse post, você vai conhecer mais sobre esse procedimento, para quem é indicado e como funciona a cirurgia.

 

Vamos lá?

 

Mentoplastia – O que é e como funciona o procedimento

Figura 1 Photo by Shannon Litt on Unsplash

A mentoplastia é um procedimento voltado para a correção da posição do queixo.

 

Seguindo essa linha, a cirurgia pode ser de aumento, quando a parte superior está muito acima da inferior, ou de redução, quando é o caso inverso.

 

Na maior parte das vezes, a mentoplastia é acompanhada de outro procedimento cirúrgico bastante conhecido: a rinoplastia.

 

Isso porque, ao fazer a correção do queixo, pode existir a necessidade de facilitar a passagem de ar através das narinas, fazendo com que a rinoplastia seja uma questão funcional e não puramente estética.

 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, esse tipo de cirurgia é diferente de outros porque envolve uma série de regiões.

 

Em suma, a mentoplastia altera a posição ou corrige toda a mandíbula, pescoço e terço inferior do rosto.

 

O procedimento é realizado por duas questões: elevar a autoestima e garantir a funcionalidade da mandíbula.

 

Afinal, é comum que esses pacientes sofram com dores, problemas nas articulações e dificuldades na mastigação.

 

Para quem a Mentoplastia é indicada

Quer fazer a cirurgia de correção de queixo e não sabe quando é indicado ou não?

 

Simples: esse tipo de procedimento é indicado em duas ocasiões: por questão puramente estética ou para resolver problemas funcionais.

 

Na primeira opção, serve puramente para elevar a autoestima e, geralmente, a correção é menor.

 

No segundo caso, acompanha a melhora na autoestima, mas a correção é maior, já que envolve uma deformidade e assimetria na face.

Figura 2 Photo by Thomas Kelley on Unsplash

De qualquer maneira, para a realização da cirurgia, o paciente precisa ter ao menos 17 anos, já que esse seria o tempo ideal para desenvolvimento da estrutura da face. O que garante que o resultado seja eficaz.

 

Ao mesmo tempo, o paciente deve fazer uso de aparelho ortodôntico.

 

O aparelho nos dentes serve para reposicionar a arcada dentária, garantindo que o procedimento final seja mais simples e o resultado harmônico.

 

Ou seja, você evita de acabar com a correção do queixo, mas os dentes mal posicionados.

 

Geralmente, o uso do aparelho se limita ao período anterior a mentoplastia.

 

Entretanto, em alguns casos, pode ser necessário utilizar o aparelho após a correção, durante poucos meses.

 

Nessa linha, o aparelho tem como objetivo garantir que a arcada dentária continue alinhada depois da correção. Sendo retirado após a recuperação.

 

Informações sobre a Mentoplastia

Quando realizada em hospitais ou clínicas particulares, o preço da cirurgia de correção do queixo pode variar até R$ 30 mil.

 

Por outro lado, caso o paciente esteja sofrendo questões de saúde devido a assimetria da mandíbula, o procedimento é realizado de forma gratuita pelo SUS.

 

Nesses casos, a equipe médica avalia casos de obstrução da respiração, apneia do sono e dificuldades da mastigação relacionadas a proeminência da mandíbula.

 

Outras informações envolvem os cuidados pós-operatórios.

Figura 3 Photo by Drew Coffman on Unsplash

Afinal, é essencial ficar de repouso por, ao menos duas semanas, fazer compressas frias, seguir a alimentação líquida recomendada, evitar esforços físicos e, posteriormente, realizar fisioterapia.

 

Os riscos deste procedimento costumam ser raros, mas em alguns casos, há relatos de pacientes que perderam parte da sensibilidade na face.

 

Ao mesmo tempo, existem alguns casos de pacientes com sangramentos.

 

Do mais, os riscos são como os de qualquer outra cirurgia, como infecções no local da incisão.

 

Prótese de queixo – Entenda o procedimento

Depois de conhecer um pouco mais sobre a mentoplastia, é preciso conhecer a chamada prótese de queixo, que é uma cirurgia voltada para elevar autoestima ou mesmo em casos mais extremos de correção.

 

O principal objetivo da prótese de queixo é garantir a simetria da face através do aumento dessa área.

 

Além do mais, é uma das técnicas utilizadas na reconstrução facial, em pacientes que sofreram algum tipo de trauma/perda.

 

Com isso, é feita a correção da mandíbula, resolvendo questões de deformidades, lesões ou mesmo condições congênitas.

 

A prótese de queixo é realizada através de uma incisão, que pode ser interna ou externa, onde é colocado o implante.

 

Dessa forma, o queixo fica completo ou mais proeminente, de acordo com a necessidade de cada caso.

Figura 4 Photo by JD Mason on Unsplash

Devido a possível retenção de líquido, é comum a instalação de um dreno durante os primeiros dias de recuperação ou mesmo a realização de drenagens linfáticas.

 

Todas as questões relacionadas à tipo de incisão, implantes e cuidados, são avaliados previamente e continuamente pela equipe médica.

 

É importante ressaltar que, antes da cirurgia, toda a estrutura óssea bem como a características do seu rosto são minuciosamente avaliadas.

 

Com isso, o médico cirurgião garante o formato ideal do queixo, preservação da estrutura e incisões/procedimentos de sucesso.

 

Pós prótese de queixo

Após o procedimento, é comum que você note inchaço, hematoma e tenha dores ou desconfortos.

 

Sendo que, é comum o uso de analgésicos.

 

A recuperação inicial da prótese de queixo varia de duas a quatro semanas. Sendo preciso fazer consultas contínuas.

 

Em alguns casos, a prótese de queixo é uma questão puramente estética, para rejuvenescer e dar mais forma ao rosto.

 

Lembre-se: com o envelhecimento, parte da gordura facial é perdida, o que causa mais flacidez e contribui para que o rosto pareça mais disforme.

 

Seja qual for o seu caso, converse com um cirurgião plástico qualificado para esse tipo de procedimento, que tenha experiência e que atenda a todos os requisitos de saúde para uma operação segura.

 

Conclusão

Enfim, a cirurgia de correção de queixo ou prótese de queixo servem para corrigir a assimetria do rosto, elevar a autoestima ou resolver problemas ocasionais.

 

Problemas esses que podem ser de lesão, ferimentos ou mesmo congênitos.

 

Caso você se encaixe nos quesitos e queira optar por isso, comece a pesquisa de profissionais e clínicas e tire suas dúvidas pessoais.